5 cuidados para fazer dieta e não prejudicar sua saúde

5 cuidados para fazer dieta e não prejudicar sua saúde

Frequentemente, o ato de mudanças alimentares se relacionam com sacrifícios, mas esse tipo de pensamento está equivocado. Afinal, existem cuidados para fazer dieta, que garantem mais saúde e, até mesmo, o prazer ao se alimentar, fazendo com que a readequação aconteça de forma saudável e natural.


Além disso, dietas feitas com alta restrição acabam tendo um prazo curto de validade, pois mesmo que a pessoa perca peso rapidamente, as chances de recuperar tudo depois são grandes, bem como é mais fácil retornar aos maus hábitos alimentares.


Além disso, a restrição exagerada de alimentação pode:
● Acabar com a energia do corpo;
● Causar sonolência;
● Trazer dor de cabeça;
● Resultar em queda de cabelo;
● Causar problemas cardíacos;
● Influenciar em distúrbios renais;
● Aumentar confusão mental.
Assim, a forma mais eficiente de fazer uma dieta é corrigindo a alimentação, não restringindo.


Para se ter ideia, de acordo com um estudo da área de Pesquisa e Inteligência de Mercado
da Editora Abril, que envolveu 1.190 pessoas acima de 25 anos, 74% dos entrevistados já fizeram uma dieta, mas apenas cortando os alimentos das refeições, impactando no resultado.


Portanto, o importante não é necessariamente apenas o quanto se come, mas o que é ingerido.
Ou seja, se os alimentos possuem os nutrientes necessários para uma vida saudável, que fazem bem para o funcionamento do corpo e de todo o organismo, e são ingeridos em quantidade correta.



Alimentos saudáveis melhoram significativamente o humor, a disposição, a autoestima e a energia de uma pessoa.
Portanto, nas refeições feitas durante o dia é importante conter:
Frutas;

Verduras;
● Legumes;
● Leguminosas;
● Oleaginosas;
● Alimentos de origem animal;
● Cereais;
● Raízes;
● Tubérculos.
É importante se atentar, também, para alimentos ricos em fibras, que melhoram o funcionamento do intestino.
Atualmente, a média de consumo desse nutriente é muito baixo, cerca de 30 gramas por dia, o que tem causado um aumento significativo de pessoas com problemas intestinais. Por isso, é bom experimentar iogurte, azeite, aceto balsâmico, entre outras opções.


Outra questão importante sobre as fibras é que elas contribuem para a nutrição dos dentes, deixando os esmaltes fortalecidos, prevenindo-os de cáries que podem deteriorar o dente.
Em casos mais sérios de necessidade de procedimento ortodôntico para a manutenção do sorriso e funcionalidade da mastigação, um implante dentário pode ser necessário.


Além disso, a fibra contribui para a regulação do ph bucal e do fluxo salivar, higienizando a cavidade naturalmente.
Redução dos alimentos industrializados, doces e gorduras
Alimentos ricos em gordura, açúcar, sódio e calorias fazem com que o aumento de peso descontrolado aconteça, chegando a obesidade.
Além disso, doenças como hipertensão, diabetes e no sistema cardíaco podem aparecer.


Mais ainda, alguns alimentos industrializados, ainda, podem causar câncer.
Para além disso, os alimentos ricos em açúcar são um dos maiores inimigos da saúde bucal, pois a sacarose alimenta as bactérias da boca, deixando os dentes propícios à cáries.
Nesse sentido, em caso de perda dental por conta da ação das bactérias e cáries, o uso da prótese sobre implante dentário é um procedimento recomendado e eficiente. Contudo a higienização deve ser feita corretamente.
Hidratação


Para quem quer ficar livre de problemas com a saúde e regular o organismo, reduzindo medidas, deve-se fazer o consumo de dois litros de água diariamente.

A água faz com que o metabolismo acelere, contribuindo para o emagrecimento e para o funcionamento de todos os sistemas do corpo, bem como o bom funcionamento dos rins.
Assim como para o restante do corpo, a água é fundamental para a saúde bucal, pois limpa a cavidade e contribui para a produção de saliva, que realiza a limpeza natural dos dentes.
Inclusive, beber água é fundamental para quem faz uso de aparelho dental transparente, evitando o amarelamento e reduzindo os resíduos alimentares entre os fios.
Por isso, manter a higiene bucal é ainda mais importante para quem realiza esse tipo de tratamento.


Refeições regulares
Ao contrário do que muitos pensam, fazer refeições durante o dia contribui para a dieta e saúde. Café da manhã, lanche, almoço, lanche, jantar e ceia são parte da rotina de quem quer se alimentar bem, sob intervalo de três horas.
Especialistas apontam que o jejum é uma das piores formas de emagrecer, pois atrapalha o metabolismo.
O corpo armazena energia ao invés de gastá-la. Além disso, pular uma refeição pode fazer com que haja exagero na próxima, pelo nível de fome que é acumulada, principalmente se a pessoa faz exercícios físicos.
Para isso, frutas, oleaginosas e lanches mais saudáveis entre as refeições são os mais indicados.
Consultar profissionais regularmente
A busca por um nutricionista é uma excelente escolha para fazer uma dieta que atenda a sua demanda e que mantenha uma boa saúde. Inclusive, o acompanhamento correto evita dietas instantâneas de emagrecimento que são prejudiciais à saúde.


Nesse sentido, se um dos motivos de alguém começar uma dieta é a aparência, também é importante o acompanhamento adequado, para identificar quais os incômodos e estabelecer metas realistas.
Manter os cuidados de higiene também com o corpo e a boca é crucial. Além disso, existem procedimentos estéticos para deixar o sorriso mais bonito, como o uso de lente nos dentes, que podem ser procurados, complementando o tratamento.
Com isso, é possível recuperar a autoestima e bem-estar, garantindo mais saúde para o corpo, boca e mente.
Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe da Vue Odonto, uma rede especializada em atendimento odontológico com enfoque na humanização.