Quarentena: aulas presenciais serão mantidas apenas para o ensino médio na capital

Quarentena: aulas presenciais serão mantidas apenas para o ensino médio na capital

Anúncio foi feito nesta quinta-feira (19/11); atualmente, 83 unidades de Educação da rede pública municipal estão abertas para atividades extracurriculares

A Prefeitura de São Paulo anunciou nesta quinta-feira (19/11) que não haverá nova flexibilização das aulas na capital neste momento. Serão mantidas apenas as aulas presenciais regulares para o ensino médio seguindo os protocolos sanitários. A medida é válida tanto para rede pública, quanto particular.

Os ensinos infantil e fundamental permanecem com a autorização para a realização de apenas atividades extracurriculares (como aulas de música, dança ou línguas) e de acolhimento de forma presencial.

Atualmente, 83 unidades de Educação da rede pública municipal estão abertas para atividades extracurriculares. Além disso, outras nove escolas de ensino médio também estão abertas, as creches polo nunca fecharam pois atendem os filhos filhos dos trabalhadores da Saúde, Segurança, Assistência Social e do Serviço Funerário.

Recuperação da aprendizagem

Assim que houver a autorização da Saúde para retomada das aulas em todas as unidades haverá uma avaliação diagnóstica, como foi feito com os alunos do ensino médio, para identificar o que cada aluno aprendeu durante a pandemia, as maiores dificuldades, para que o programa de reforço e recuperação seja eficiente.

Ainda que obtenham o diploma no fim do ano, os alunos da rede pública municipal que estão no terceiro ano do ensino médio e que desejarem, poderão refazer o terceiro ano em 2021 nas escolas públicas municipais. Isso se faz necessário pois esses alunos estão no último ano do último ciclo do ensino básico.

Aquisição de tablets

A licitação para aquisição de 465 mil tablets com chip (internet) foi homologada. Com isso, o processo agora segue o seu curso normal e o pregão deve ser realizado nos próximos dias.

Os equipamentos serão distribuídos para todos os alunos do ensino fundamental, médio e da Educação de Jovens e Adultos (EJA) em regime de comodato e funcionarão como ferramenta importante para realização de aulas em tempo integral (turno na escola e contraturno com apoio pedagógico de educadores via internet) a partir de 2021 para todos os estudantes da rede pública municipal.